Porque o amor cara, amor é pra aqueles que aguentam sobrecarga psíquica.
+
Eu pensava que não iria sentir isso de novo por mais ninguém, ai você apareceu e me provou o contrário.
Liberte-me.
Me diga como sair dessa solidão.
Eu lhe entrego tudo, lhe dou o que quiser.
Mas por favor, arranque meus medos do meu peito.
Diga-me como escapar.
Me de a mão e corra comigo.
Liberte-me dessa escuridão.

Ana Burkhardt (via oxigenio-dapalavra)

O mundo está pesado demais. O cheiro de tristeza no ar, é de me causar arrepios.

Jove-m  (via subalternos)

Acho que essa é a questão central. Ninguém sabe ao certo quanto impacto tem na vida dos outros. Muitas vezes não temos noção. Mas forçamos a barra do mesmo jeito.

Os 13 porquês. (via arrebatar)

Pra falar verdade gosto de ficar trancado aqui no meu quarto. Pareço ter uma ligação com ele, é meio patético mais é isto. Eu me dou bem quando estou aqui dentro, parece que é meu mundo fictício. Quando saio, é uma realidade cruel, tenho medo das pessoas, das palavras, dos atos, das catástrofes. Digo, não as ambientais, mais sim a que as pessoas podem causar. É tudo tão repulsivo que prefiro ficar aqui, trancado, sem ter muitas decepções.

O menino Charlie. (via alentador)

pain-splatted-teardrops:

feeling—super—suicidal:

-

As vezes eu tenho medo, medo de não conseguir me libertar do passado dos momentos, das lembranças de uma vida em um outro lugar com outras pessoas, outras histórias outros sentimentos me sinto preso a isso, é como se fosse uma cicatriz ela poderia desaparecer como poderia ficar para sempre, venho tentando a tempos esconder essa cicatriz feia, mais é como se cada pessoa que se aproximasse de mim, fizesse com que essa cicatriz ardesse como no momento em que ela foi feita, talvez seja por isso esse bloqueio de sentimentos, talvez eu tenha medo de ganhar mais uma cicatriz.

Eduardo Oliveira  (via filosofo-do-futuro)

Sinto falta daquele tempo em que era só ver a claridade lá de fora pelo meu quarto, que o sorriso aparecia no meu rosto. Era tão bom quando as coisas eram mais fácies de se tentar, quando tudo era mais simples, quando o tempo era só brincar. Hoje é tudo uma dificuldade, enfrentar o mundo é uma dificuldade. É estranho, porque quando éramos pequenos, sentíamos vontade de crescer e sair pelo mundo querendo conhecer outros lugares, outras pessoas, viver em outro canto longe da nossa casa. Quando chegava a noite, contava as horas para outro dia, hoje eu prefiro que o dia nem comece. Está tudo tão diferente, vivemos nossas vidas quase por obrigações, e por mais que a gente não queira, algumas coisas são necessárias. Crescer é necessário, estudar é necessário, trabalhar é necessário, viver é necessário.

Desarvorado. (via hostiliza-r)


@ acumulou